Neon Lights
Do not wanna be someone who walks away easily.
“Um dia, ninguém vai lembrar que ela existiu, escrevi no caderno, e depois, que eu existi. Porque as lembranças também desmoronam. Então não nos resta nada, nem mesmo um fantasma, apenas sua sombra. No começo, ela tinha assombrado meus sonhos, mas, agora, apenas algumas semanas depois, já estava me escapulindo, desmoronando em minha lembrança e na lembrança de todos nós, morrendo novamente.”
Quem é você, Alasca?  (via inverbos)

“Uma menina me ensinou, quase tudo que eu sei. Era quase escravidão, mas ela me tratava como um rei. Ela fazia muitos planos, eu só queria estar ali sempre ao lado dela… Eu não tinha aonde ir. Mas egoísta que eu sou, me esqueci de ajudar a ela como ela me ajudou, e não quis me separar. Ela também estava perdida, e por isso se agarrava a mim também. E eu me agarrava a ela porque eu não tinha mais ninguém. E eu dizia: “Ainda é cedo.” Sei que ela terminou o que eu não comecei. E o que ela descobriu, eu aprendi também, eu sei. Ela falou: “Você tem medo.” Aí eu disse: “Quem tem medo é você.” Falamos o que não devia nunca ser dito por ninguém. Ela me disse: “Eu não sei mais o que eu sinto por você. Vamos dar um tempo, um dia a gente se vê.” E eu dizia: “Ainda é cedo.”
Legião Urbana. (via readmitir)

“A vida humana é feita de escolhas. Sim ou não. Entrar ou sair. Subir ou descer. Mas também há as escolhas que fazem a diferença. Amar ou odiar. Ser um herói ou um covarde. Lutar ou desistir. Viver… ou morrer.”
Grey’s Anatomy.  (via renunciador)

“O vazio do mundo cabe no silêncio do mudo que se calou, triste.
Incrível o que um pouco de álcool, literatura e perdas podem fazer a um homem. Trago a vocês um exemplo; No dia 3 de Outubro de 1849, Edgar Allan Poe foi encontrado com roupas que não eram as suas pelas ruas de Baltimore, estava em estado de delirium tremens. Uma doença terrível. É uma psicose causada pela abstinência ou suspensão do uso de drogas ou medicamentos frequentemente associada ao alcoolismo. Poe delirava, tinha alucinações terríveis. Morreu de uma forma que não desejaria a seu pior inimigo. Eis um homem muito angustiado, um em milhões; É loucura? Digo, isso de uma pessoa ser tão infeliz. Sofrer a vida toda; Defendo a seguinte teoria: Homens assim atingem um estágio de desenvolvimento mental absurdamente alto, maior do que podem aguentar e entram em lutas internas e vorazes consigo. Saem vencedores e devastados destas lutas. Eles acham na literatura e no pensamento filosófico uma rota de fuga. Um homem tem de fazer o que sente vontade. Deve ser leal primeiro a seus desejos e assim, só então assim, será capaz de sentir o gosto de ser livre.”
Sereno.           (via univerbos)

“Quando sua mãe fala que você não é todo mundo, significa que você não deve chorar por pequenas coisas, que você não deve desistir por causa de alguém ou por problemas difíceis, que você deve ser diferente, diferente de todos.”
Renan Tedeski.   (via renunciador)

“Aprendi que vai demorar muito para me transformar na pessoa que quero ser, e devo ter paciência. Mas, aprendi também, que posso ir além dos limites que eu próprio coloquei.”
Charles Chaplin.  (via r-e-p-e-n-s-o-u)


ADIVINHA ONDE EU TO GENTE?????????????? COMEÇA COM C DE CANADÁ KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK isso mesmo, to em casa.

youbieber:

fonte: twitter



“Queria ter te conhecido antes, muito antes, para que nenhum de nós dois tivesse medos ou cicatrizes. Queria ter estado com você quando seu coração descobriu o que era amor, quando seu corpo descobriu o que era desejo, e antes que pudesse sofrer eu estaria do seu lado te amando e me entregando, e juntos poder ter aprendido as lições da vida e do coração. Queria ter te conhecido quando suas esperanças começaram a nascer, quando seus sonhos ainda eram puros e seus ideais ainda ingênuos. Pena termos nos encontrado só agora, já com o coração viciado em outros amores, com uma imagem meio falsa do que é felicidade, do que é se entregar. Queria ter te encontrado numa nova vida, num outro tempo, em que não precisássemos temer o nosso futuro, nem nossos sentimentos.”
Autor Desconhecido. (via delator)

THEME